Controlador-geral do Estado acompanha sepultamento de PM

A Controladoria Geral do Estado, órgão que integra o Conselho de Segurança Pública do Rio de Janeiro, foi representada, na tarde deste domingo (6/1), pelo controlador-geral do Estado, Bernardo Barbosa, no sepultamento do policial militar Daniel Henrique Mariotti, no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap. O soldado foi assassinado no sábado (5/1), ao tentar impedir uma tentativa de roubo na Linha Amarela.

O governador do Estado, Wilson Witzel, que também acompanhou o enterro,  garantiu que o estado não vai permitir que criminosos continuem praticando atos de barbárie.

– É preciso agir com rigor, cada vez mais coordenados, com mais reforços e mais técnica. E nós temos a convicção de que vamos vencer o crime organizado. O Estado é mais forte do que eles, e vamos usar todos os esforços e meios para aniquilar e asfixiar o crime organizado – ressaltou o governador.

Assim como o governador, Bernardo Barbosa prestou solidariedade à família do militar.

– Hoje é um dia de muita tristeza para o Rio de Janeiro, mais um policial foi morto covardemente no exercício do serviço, enquanto defendida a sociedade. Perdemos mais um herói. Como cidadão, policial e integrante do Governo do Estado, vim prestar minha solidariedade a todos os familiares e amigos do soldado Daniel Henrique Mariotti. O aumento da criminalidade tem como uma de suas causas os diversos escândalos de corrupção que devastaram o Rio ao longo dos últimos anos. A CGE atuará de forma incansável não só para colaborar com a melhoria da gestão do Estado como também no combate implacável à corrupção, para que não faltem recursos para a segurança pública, educação e saúde. No que tange o Conselho de Segurança Pública, estaremos todos empenhados para que casos como esse não voltem a acontecer -, afirmou o controlador-geral do Estado.

Também estiveram presentes nas honras prestadas ao policial Mariotti o vice-governador Claudio Castro, o secretário da Polícia Militar, coronel Rogério Figueredo, o secretário de Polícia Civil, Marcus Vinicius Braga, a secretária estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Fabiana Bentes, o secretário de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego e Renda, Lucas Tristão, e o secretário executivo do Conselho de Segurança Pública, Roberto Mota.