CGE RJ participa de reunião da Rede de Controle da Gestão Pública do Estado

 

 

A Controladoria Geral do Estado (CGE RJ) participou, nesta quinta-feira (25/7), da primeira reunião de trabalho como membro da Rede de Controle da Gestão Pública do Estado, realizada na sede do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ). A organização é formada pelos principais órgãos de controladoria e fiscalização do país e tem como objetivo desenvolver ações de combate à corrupção e incentivo ao controle social. A CGE RJ integra o grupo desde o dia 27 de junho.

O controlador-geral em exercício, Ademir Rodrigues César, e os assessores especiais da CGE RJ Marcus Braga e Leandro Teixeira representaram a Controladoria no evento.

– A reunião da Rede de Controle de Gestão Pública do Estado foi extremamente positiva porque, através da troca de experiências e informações entre as instituições que compõem o grupo, vamos poder desenvolver ações na Controladoria Geral do Estado fundamentadas, que terão resultados efetivos e com impacto direto nos serviços públicos oferecidos à população -, disse Ademir.

Fazem parte da rede órgãos como o Tribunal de Contas da União (TCU), o Ministério Público Federal (MPF) e Controladoria-Geral da União (CGU). Na reunião, foram apresentadas as ações em andamento e os projetos que serão executadas pelos grupos de trabalho formados pelos órgãos integrantes. Eles foram divididos nas seguintes frentes: Transparência e Controle Social; Inteligência e Combate à Corrupção; Desenvolvimento do Controle Interno; e Educação.

– A Rede de Controle é um espaço para somar forças. Através dela, a CGE RJ já está realizando duas importantes ações, a auditoria nas obras de contenção de encostas e o cruzamento de bases de dados de órgãos das esferas municipal, estadual e federal de Governo, para identificar irregularidades e desperdícios nas folhas de pessoal e custeio do Estado -, contou Marcus Braga.

Confira a lista de todos os membros:

Tribunal de Contas da União (TCU); Ministério Público Federal; Controladoria-Geral da União (CGU); Secretaria da Receita Federal; Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN); Defensoria Pública da União no Rio de Janeiro (DPU-RJ); Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE RJ); Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ); Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro; Secretaria de Estado da Fazenda e Planejamento do Rio de Janeiro (SEFAZ RJ); Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro (TCM/RJ); Controladoria-Geral do Município do Rio de Janeiro (CGM-Rio), a Procuradoria Geral do Estado (PGE RJ) e Polícia Federal (PF).