CGE RJ participa de audiência pública da Comissão de Cultura

 

A Controladoria Geral do Estado (CGE RJ) participou, na manhã desta segunda-feira (14/10), de uma audiência pública na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) com o tema ‘Execução dos programas e ações da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa em 2019 e metas para os próximos anos’, convocada pela Comissão de Cultura. Entre os assuntos discutidos, os parlamentares destacaram o relatório de auditoria produzido pela CGE RJ que avaliou os riscos de sinistros e furtos nas unidades culturais do Estado.

O trabalho, que contou com o apoio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa RJ e do Corpo de Bombeiros, foi realizado de maio a julho e definiu a situação nos espaços culturais como preocupante. Foram avaliados riscos de inundações, incêndios, problemas estruturais, furtos, entre outros.

O controlador-geral do Estado, Bernardo Barbosa, aproveitou a oportunidade para ressaltar o caráter proativo do trabalho realizado pela CGE RJ e a nova postura do Governo do Estado, que está buscando identificar e resolver os problemas antes que um acidente aconteça.

– O objetivo da Controladoria Geral do Estado é apontar os problemas para que, de forma técnica e objetiva, possam ser definidas soluções que garantam a preservação do patrimônio estadual e as melhores condições de segurança para a população e para os funcionários dos esquipamentos culturais do Estado -, destacou Barbosa.

O presidente da Fundação Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Aldo Mussi, destacou que desde a realização da auditoria, medidas já foram tomadas para melhorar as condições do espaço.

– Na medida que a Controladoria Geral do Estado chegou e se propôs a fazer uma vistoria, atendemos de braços abertos e não escondemos nada. O relatório é real, foi feito em parceria com as nossas equipes porque queremos ver as soluções. A lista de pendências é grande, mas o trabalho está sendo feito. Estamos refazendo o ar-condicionado central, colocamos uma roupa cênica com todos os certificados, consertamos dois elevadores que estavam parados, além de outras medidas para atingir nosso objetivo, abrir ao público com segurança-,disse.

Foto: Divulgação Alerj